19 de abr de 2008

Carrego os seus corações

OI!


Gente eu queria informar que vou ficar dois sábados sem postar, porque vou ficar ausente da net durante quinze dias. Mas não é nada d+. Então gente é só isso mesmo. Vou deixar para vcs um poema mto lindo. Obrigada pelas visitas e comentários.


Bjos





Ps.: O poema está todo em letra maiúscula, pq eu copiei e colei rsrs. Bjos








CARREGO SEU CORAÇÃO COMIGO
(EU O CARREGO DENTRO DO MEU CORAÇÃO)
NUNCA ESTOU SEM ELE
(ONDE QUER QUE EU VÁ, VOCÊ VAI MINHA QUERIDA;
E O QUE QUER QUE SEJA FEITO POR MIM
É FEITO POR VOCÊ MINHA QUERIDA)



NÃO TEMO O DESTINO
(POIS VOCÊ É MEU DESTINO, MINHA VIDA)
NÃO QUERO O MUNDO
(POIS VOCÊ É MEU MUNDO, MINHA ADORADA)
E VOCÊ É O QUE A LUA SEMPRE SIGNIFICOU,
O QUE O SOL SEMPRE CANTOU.



AQUI ESTÁ O SEGREDO MAIS PROFUNDO QUE NINGUÉM SABE
(AQUI ESTÁ A RAIZ DA RAIZ, O BROTO DO BROTO
E O CÉU DO CÉU DE UMA ÁRVORE CHAMADA VIDA;
QUE CRESCE MAIS ALTA DO QUE A ALMA
PODE ANSIAR OU A MENTE PODE ESCONDER)
E AQUI ESTÁ O FENÓMENO QUE MANTÉM AS ESTRELAS SEPARADAS




CARREGO SEU CORAÇÃO
(EU O CARREGO NO MEU CORAÇÃO)

E.E. Cummings




http://br.youtube.com/watch?v=XzVEgeIWNcg

12 de abr de 2008

Mudanças

Olá! O post de hj será um pouco longo, mas acredito que vai ser legal. Então vamos direto ao assunto.

Em primeiro lugar quero mostra o selo que ganhei do Vinicius do blog Morar Sozinho. Quero agradece-lo e dizer que fiquei mto feliz em recebe-lo.
E como tenho que passar para frente irie presentear minha amiga Jéssica do blog "O melhor da vida", o Gury do blog "Amostra do Outro", e a Morena do blog "Vivendo um dia de cada vez". Na realidade minha vontade era poder passar para todos que por aqui passam, mas deixa para uma outra oportunidade.
Acho que muitos notaram as mudanças ocorridas no blog, sou do tipo de pessoa que adora mudanças e cansei daquele visual antigo, então resolvi mudar, espero que gostem. Fiz um novo banner para o blog, agora ficarei com os dois.
E como mudei resolvi postar um texto sobre mudanças.
Então fico por aqui! Bjos.



Mude
Edson Marques.


Mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama.
Depois, procure dormir em outras camas.
Assista a outros programas de tv, compre outros jornais, leia outros livros, Viva outros romances!
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.

Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias. Tente o novo todo dia.
o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor. a nova vida. Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado, outra marca de sabonete, outro creme dental.
Tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.

Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas.
Troque de carro.
Compre novos óculos, escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.

Arrume um outro emprego, uma nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.

Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.
Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!

5 de abr de 2008

Olá!

Gente hj não vou enrolar mto antes colocar o texto. Estou um pouco desanimada por culpa de uma terrível gripe que peguei durante a semana. Mas desejo a todos um ótimo fds. Ah vou colocar um texto no qual não sei o título e mto menos a autoria, se alguém souber por favor me diga para eu colocar os devidos créditos.
Bjos
Até sábado!

O texto

Quantas vezes você estava com alguém e sua cabeça não estava ali?
E quantas vezes também, no momento em que não pôde sentir esta pessoa em seus braços, sentiu sua falta?
Você já parou pra pensar no que machuca mais: fazer algo e desejar que não tivesse feito, ou não fazer e desejar que tivesse?
Você já teve medo de começar um relacionamento? Medo de não ser a hora ou a pessoa certa? Seu coração não escolhe quem amar, e faz por conta própria, quando você menos espera, ou mesmo quando você não quer.
Quantas vezes você deixou passar momentos importantes que não voltam mais?
Quem não tem aquela música que você não gosta de ouvir porque lembra algo que você fez enquanto ela tocava há algum tempo atrás? Ou lembra alguém que você quer esquecer e não consegue?
Quantas vezes você quis esquecer uma história ou alguém, que permaneceu na sua cabeça por um tempo longo, um tempo que te deixou triste, e mesmo assim não saía? Você já se sentiu sozinho mesmo cercado de um monte de pessoas? Ou já beijou alguém que fez a multidão sumir?
Você já passou um dia sentindo muitas saudades do que viveu?
Você já viveu uma situação tão boa e feliz que até deu medo de tudo ser muito passageiro?
Alguma vez você sofreu por alguém e essa pessoa nem se deu conta disso, ou simplesmente não fez nada pra consertar?
Alguma vez você passou por cima do seu orgulho pra correr atrás do que queria?
Tem pessoas que você inventou apelidos carinhosos que só você chama elas por eles? Você já viu a força que tem, quando apostou todas as suas fichas em algo que acreditava e perdeu?
Quantas vezes uma pessoa a quem você não dava nada, foi a primeira a te ajudar?
E quantas vezes aquela que você mais esperava gratidão, te deu às costas e te decepcionou sem você nunca saber o porque?
Você já se achou bobo, ridículo, por insistir em algo que não valia a pena?
Teve algum dia que você acabou ficando com alguém apenas pra não ficar sozinho? Você já passou por um dia em que tudo deu errado, mas no final aconteceu algo maravilhoso?
E também já aconteceu algo em que tudo deu certo, exceto pelo final que estragou o que parecia perfeito?
Você já chorou porque lembrou de alguém que amava e não pode viver intensamente isso com essa pessoa?
Você já reencontrou um grande amor do passado e viu que ele mudou e que tudo também faz outro sentido pra você?
Para essas perguntas existem muitas respostas.
Mas o importante sobre elas não é a resposta em si, e sim o que sentimos em cada uma dessas situações... O sentimento e as lembranças que ficam de cada história. Todos nós erramos... Julgamos mal... Somos bons e somos cruéis... Amamos. Sofremos. Tivemos momentos alegres e outros às vezes mais tristes. E todos um dia não tiveram coragem...e hoje se arrependem...ou não.
Vocês todos já fizeram uma coisa quando o coração mandava fazer outra.
Então qual a moral disso tudo? Vá à luta! Antes que seja tarde, siga. Bola pra frente! Não continue pensando nas suas fraquezas e erros. Daqui por diante faça um acordo consigo mesmo, e lute! Não abaixe a cabeça! Faça tudo que puder pra ser feliz hoje! Releve. Esqueça! Não deite com mágoas no coração... Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz, e comece com você mesmo!