29 de mar de 2008

Se eu não te dizer agora...

Olá!!!

Gente essa semana foi meio corrida, e não pude visitar os blogs, mas vou tentar fazer isso hj ainda. Estou um pouco sem assunto. Troquei a musica do blog e resolvi postar a tradução dela, espero que gostem.

Espero que aproveitem a mensagem da musica, se vc estiver apaixonado, não perca tempo e declare-se, como dizem "É melhor sofrer por um não à sofrer por um talvez".
Beijinho bem carinhoso para todo mundo.
T+


If I Don't Tell You Now (tradução)
Ronan Keating
Composição: Indisponível

Se eu não te disse agora
Eu mantive isso aqui dentro por muito, muito tempo
E eu não posso continuar guardando

Todo esse amor que está dentro do meu coração

Talvez seja mais seguro não dizer que eu me importo

Talvez essa estrada não me conduzirá a lugar algum mas...


Se eu não te disser agora (se eu não te disser agora) Talvez eu nunca tenha essa chance novamente (talvez eu nunca tenha essa chance novamente)

De lhe dizer que eu preciso de você

De lhe dizer o que estou sentindo

Se eu guardar esses sentimentos

E se eu não disser as palavras (se eu não disser as palavras)

Como você escutará o que está dentro do meu coração?

Como você saberá isso?

Se eu não te disser agora




Eu daria qualquer coisa pra estar em seus sonhos

E eu não posso agüentar essa situação

Com esse sonho dentro do meu coração

Talvez eu vá apenas cometer um erro

E existe uma chance, talvez meu coração vá se machucar, mas...

Como você saberá que está dentro de minha alma?

Oh, isso está me deixando maluco

Pois você não vê... (você não vê)

Você é a única pra mim

Tenho tanto medo de dizer o que estou sentindo, mas...

Se eu não te disser agora





22 de mar de 2008

Post Diferente


Olá!
Hoje resolvi mudar um pouco e fazer um post diferente, resolvi colocar um texto biblico que eu gosto muito.
Beijos e obrigada pelas visitas e comentários!


Ps.:Neste post vou deixar um convite para o encontro do fórum dos estágiarios. Quem quiser comparecer será mto bem-vindo!

"Conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor e todo aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus nele. Desta forma, o amor é aperfeiçoado em nós, para que no Dia do Juízo, tenhamos confiança; pois neste mundo também somos conforme ele é. No amor não há medo; antes, o perfeito amor expulsa o medo. O medo implica castigo; logo, aquele que tem medo não é aperfeiçoado no amor. Nós amamos porque Deus nos amou primeiro."
I João 4: 16-19

15 de mar de 2008

Resultado do Teste

Olá!

Hoje o post será um pouco diferente. Vou atender alguns pedidos e publicar meu resultado do teste vocacional. Graças a Deus o teste foi apenas uma confirmação do que devo fazer, já sou apaixonada pela área algum tempo, mas precisava de uma confirmação, pois surgiu um certo interesse em outras áreas. Mas o que escolhi foi Jornalismo. Eu sei que é uma área difícil, pois existem muitos profissionais nessa área, sei também que o salário não é grandes coisas, mas vou estar fazendo algo que gosto e sem contar que realmente o mercado está difícil para pessoas que não tem uma boa qualificação, que não levaram o curso a sério. Irei encarar a área. Vou postar o gráfico do resultado e logo em baixo vou escrever o que mais saiu no resultado e logo em seguida vou colocar para vcs os treze mandamentos do jornalista, para vocês verem que a pessoa que resolve seguir o curso tem que amar mesmo, pois é uma coisa para loucos.





Observações: Você demonstrou interesse por: 1° Lingüísticas. Habilidade no manejo da linguagem. Estudo científico da linguagem e das línguas. Comunicação de idéias e fatos através de livros, artigos, etc. Elaboração de petições, pareceres e interpretações. Cursos sugeridos: Biblioteconomia, direito, jornalismo, letras tradutor e intérprete... 2° opção: Persuasivas. Uso da persuasão: convencer. Habilidade para determinar a vontade, para induzir, para levar à convicção. Formar juízo. Habilidade para comandar, para dirigir, liderar e influenciar pessoas. Cursos sugeridos: Comunicação, direito, diplomacia, publicidade, turismo...




Os treze mandamentos do jornalista (comentado por Thata)

Desconheço a autoria







1º Não terás vida pessoal, familiar ou sentimental. (Sentimental, nem sei se isso existe huahua.)2º Não verás teu filho crescer. (Não tenho intenção tê-los.)




3º Não terás feriado, fins de semana ou qualquer outro tipo de folga. (Se for para fazer algo que me agrada, eu topo!)
4º Terás gastrite, se tiveres sorte. Se for como os demais terás úlcera. (Essa parte não me agradou muito, mas ainda assim vou ser jornalista.)





5º A pressa será teu único amigo e as suas refeições principais serão os lanches, as pizzas e o China in Box. (Sem problemas, amo pizza, sanduíche e China in Box.)





6º Teus cabelos ficarão brancos antes do tempo, isso se te sobrarem cabelos. (Para isso existe tintura.)





7º Tua sanidade mental será posta em cheque antes que completes cinco anos de trabalho. (Ok.)


8º Dormir será considerado período de folga, logo, não dormirás. (Difícil, mas eu me acostumo.)


9º Trabalho será teu assunto preferido, talvez o único. (Isso é algum problema? Acho que não.)10º A máquina de café será a tua melhor colega de trabalho, porém, a cafeína não te farás mais efeito. (Não gosto de café, e mesmo assim ele nunca fez efeito em mim, alguma outra sugestão?)



11º Terás sonhos, com entrevistados, e não raro, resolveras problemas de trabalho neste período de sono. (Ok.)




12º Exibirás olheiras como troféus de guerra. (Nada que uma boa maquilagem não resolva.)



13º E o pior: inexplicavelmente gostarás de tudo isso! (Acho que é o mais importante.)


Então é isso! Beijos até o próximo post!

13 de mar de 2008

Para os que esperam cartas

Olá queridos!!!


Hoje estou mto feliz, pois fiz um teste vocacional sábado e o resultado foi entregue hoje. Finalmente consegui tomar uma decisão em relação a minha futura profissão. Gostaria de agradecer a presença de todos nesse blog, e obrigada também pelos comentários, farei de tudo para retribuir as visitas. Gostaria de pedir a um dos meus visitantes o Dr X para deixar o link do blog dele, pois quero visita-lo, obrigada.


Estou deixando para vcs um texto que gosto mto.


Beijos


T+

Para os que esperam cartas

Fernanda Young






Oi, tudo bom? Infelizmente, esta carta não é de quem você esperava. Mas, como eu sei direitinho como você se sente, talvez traga boas notícias.
Olha, desculpa minha sinceridade, mas a vida é muito curta para fi car aguardando pelos outros. Se quem você aguarda realmente se importasse com você, já teria dado algum sinal de vida. Parta para outra.
Já reparou numa certa pessoa que você conhece e tem uma quedinha por você? Não posso dizer quem é, mas pode ser alguém que trabalha do seu lado ou que mora perto da sua casa ou que freqüenta um mesmo lugar. Sei que se trata de uma pessoa bem legal, vale a pena procurar saber quem é.
Fique de olho, tem um monte de gente reparando em suas qualidades. Aposto que, se você olhar em volta, neste instante, tem alguém olhando disfarçadamente para você. Pode não ser o seu tipo, mas já é uma dose de auto-estima, substância da qual você carece.
A verdade é que, enquanto você estiver assim, nessa interminável agonia, esperando notícias que nunca chegam, vai deixar passar várias possibilidades interessantes ao seu redor. Claro, ninguém se compara a quem você aguarda, mas quem você aguarda não está disponível no momento. Poderá, inclusive, nunca estar, apesar de tudo o que foi dito naquele dia. Pessoas que somem não são confi áveis.
E, mesmo que você tenha certeza absoluta de que não se trata de desprezo, que deve ter acontecido alguma coisa, que esse sumiço tem alguma explicação, não adianta nada você fi car aí esperando. Corroer-se de ansiedade não vai apressar a resolução do problema, seja ele qual for. Então, desencana.
Dá uma esquecida desse assunto, tenta focar as energias naquilo que depende da sua vontade. Caso seja necessário, para tirar de vez essa história da cabeça, mande você uma carta esculhambando e colocando um ponto fi nal na questão.
O fato é que não dá para você continuar assim, desse jeito. Está todo mundo comentando.
Ninguém tem coragem de dizer isso para você, mas todos concordam comigo. Já chega.
Além do mais, se for para ser, será. Um dia, quando você menos espera, pinta um reencontro, sei lá. Mas até esse possível reencontro fica mais difícil se você não se abrir de novo para o lado inesperado da vida.
E, cá entre nós, se a pessoa que você aguarda é quem eu estou pensando, também não é nenhuma belezura assim. Você arruma coisa melhor.
Mande notícias, ficarei aguardando.




9 de mar de 2008

Diga não às drogas (mtooooo bom)

Olá!


Gente gostei mto desse texto e resolvi postar, é mto bom. Espero que se divirtam com ele assim como eu.


Bjos




DIGA NÃO ÀS DROGAS
(Não sei a verdadeira autoria)



Tudo começou quando eu tinha uns 14 anos e um amigo chegou com aquele papo de "experimenta, depois, quando você quiser, é só parar..." e eu fui na dele. Primeiro ele me ofereceu coisa leve, disse que era de "raiz", "da terra", que não fazia mal, e me deu um inofensivo disco do "Chitãozinho e Xororó" e em seguida um do "Leandro e Leonardo". Achei legal, coisa bem brasileira; mas a parada foi ficando mais pesada, o consumo cada vez mais freqüente, comecei a chamar todo mundo de "Amigo" e acabei comprando pela primeira vez. Lembro que cheguei na loja e pedi: - Me dá um CD do Zezé de Camargo e Luciano. Era o princípio de tudo! Logo resolvi experimentar algo diferente e ele me ofereceu um CD de Axé. Ele dizia que era para relaxar; sabe, coisa leve... "Banda Eva", "Cheiro de Amor", "Netinho", etc. Com o tempo, meu amigo foi oferecendo coisas piores: "É o Tchan", "Companhia do Pagode", "Asa de Águia" e muito mais. Após o uso contínuo eu já não queria mais saber de coisas leves, eu queria algo mais pesado, mais desafiador, que me fizesse mexer a bunda como eu nunca havia mexido antes, então, meu "amigo" me deu o que eu queria, um Cd do "Harmonia do Samba". Minha bunda passou a ser o centro da minha vida, minha razão de existir. Eu pensava por ela, respirava por ela, vivia por ela! Mas, depois de muito tempo de consumo, a droga perde efeito, e você começa a querer cada vez mais, mais, mais . . . Comecei a freqüentar o submundo e correr atrás das paradas. Foi a partir daí que começou a minha decadência. Fui ao show de encontro dos grupos "Karametade" e "Só pra Contrariar", e até comprei a Caras que tinha o "Rodriguinho" na capa. Quando dei por mim, já estava com o cabelo pintado de loiro, minha mão tinha crescido muito em função do pandeiro, meus polegares já não se mexiam por eu passar o tempo todo fazendo sinais de positivo. Não deu outra: entrei para um grupo de Pagode. Enquanto vários outros viciados cantavam uma "música" que não dizia nada, eu e mais 12 infelizes dançávamos alguns passinhos ensaiados, sorriamos e fazíamos sinais combinados. Lembro-me de um dia quando entrei nas lojas Americanas e pedi a coletânea "As Melhores do Molejão". Foi terrível!! Eu já não pensava mais!! Meu senso crítico havia sido dissolvido pelas rimas "miseráveis" e letras pouco arrojadas. Meu cérebro estava travado, não pensava em mais nada. Mas a fase negra ainda estava por vir. Cheguei ao fundo do poço, no limiar da condição humana, quando comecei a escutar "Popozudas", "Bondes", "Tigrões", "Motinhas" e "Tapinhas". Comecei a ter delírios, a dizer coisas sem sentido. Quando saía à noite para as festas pedia tapas na cara e fazia gestos obscenos. Fui cercado por outros drogados, usuários das drogas mais estranhas; uns nobres queriam me mostrar o "caminho das pedras", outros extremistas preferiam o "caminho dos templos". Minha fraqueza era tanta que estive próximo de sucumbir aos radicais e ser dominado pela droga mais poderosa do mercado: a droga limpa. Hoje estou internado em uma clínica. Meus verdadeiros amigos fizeram a única coisa que poderiam ter feito por mim. Meu tratamento está sendo muito duro: doses cavalares de Rock, MPB, Progressivo e Blues. Mas o meu médico falou que é possível que tenham que recorrer ao Jazz e até mesmo a Mozart e Bach. Queria aproveitar a oportunidade e aconselhar as pessoas a não se entregarem a esse tipo de droga. Os traficantes só pensam no dinheiro. Eles não se preocupam com a sua saúde, por isso tapam sua visão para as coisas boas e te oferecem drogas. Se você não reagir, vai acabar drogado: alienado, inculto, manobrável, consumível, descartável e distante; vai perder as referências e definhar mentalmente. Em vez de encher a cabeça com porcaria, pratique esportes e, na dúvida, se não puder distinguir o que é droga ou não, faça o seguinte: Não ligue a TV no Domingo a tarde; Não escute nada que venha de Goiânia ou do Interior de São Paulo; Não entre em carros com adesivos "Fui ... " Se te oferecerem um CD, procure saber se o suspeito foi ao programa da Hebe ou se apareceu no Sabadão do Gugu; Mulheres gritando histericamente é outro indício; Não compre nenhum CD que tenha mais de 6 pessoas na capa; Não vá a shows em que os suspeitos façam gestos ensaiados; Não compre nenhum CD que a capa tenha nuvens ao fundo; Não compre qualquer CD que tenha vendido mais de 1 milhão de cópias no Brasil; e Não escute nada que o autor não consiga uma concordância verbal mínima. Mas, principalmente, duvide de tudo e de todos. A vida é bela! Eu sei que você consegue! Diga não às drogas!

8 de mar de 2008

A Mulher Virtuosa

Olá!

Nossa hj foi dificil atualizar aqui, sem noção!

Tinha preparado um texto diferente para hj, mas não poderia deixar de homenagear o Dia Internacional da Mulher, procurei varios textos para um dia especial como hj, mas não encontrei nenhum tão belo quanto esse. Espero que gostem muito.

Bjos



A Mulher Virtuosa


Mulher virtuosa que a achará?

O seu valor muito excede ao de rubis.

O coração do seu marido está nela confiado;

assim ele não necessitará de despojo.

Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.

Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.

Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.

Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa,

e distribui a tarefa das servas.

Examina sua propriedade e adquire-a;

planta uma vinha como fruto de suas mãos.

Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.

Vê que é boa a sua mercadoria;

e a sua lâmpada não se apaga de noite.

Estende as mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.

Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos

ao necessitado.

Não teme a neve na sua casa, poruqe toda a sua

família está vestida de escarlata.

Faz para si cobertas de tapeçaria;

seu vestido é de desa e de púrpura.

Seu marido é conhecido nas portas,

e assenta-se entre os anciões da terra.

Faz panos de linho fino e vende-os,

e entrega cintos aos mercadores.

A força e a honra são seu vestido,

e se alegrará com o dia futuro.

Abre sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência

está na sua língua.

Está atenta ao andamento da casa,

e não come o pão da preguiça.

Levantam-se seus filhos e chamam-na

bem-aventurada;

seu marido também, e ele a louva.

Muitas filhas têm procedido virtuosamente,

mas tu és, de todas, a mais excelente!

Enganosa é a beleza e vã a formosura,

mas a mulher virtuosa

que teme ao Senhor,

essa sim será louvada.

Dai-lhe do fruto das suas mãos,

e deixe o seu próprio trabalho

louvá-la nas portas.


Provérbio 31: 10-31


Então não se esqueçam que somos bem-aventuradas, e feliz dia da mulher!

6 de mar de 2008

Ausência

Oi!!!

Sempre gostei mto de Vinícius de Moraes, e acho esse texto dele muito lindo. Ele realmente estava inspirado para escrever nesse dia, por isso hoje vou deixar para vcs "Ausência". Antes de colocar o texto só gostaria de avisar, caso alguém se interesse em parceria, pode colocar o meu banner e me avisa q eu irei colocar o seu tbém. Bjos



Ausência

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces.Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado. Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada.Que ficou sobre a minha carne como nódoa do passado. Eu deixarei... tu irás e encostarás a tua face em outra face. Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada. Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite. Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa. Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço. E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado. Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos. Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir. E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas. Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.


Vinícius de Moraes

2 de mar de 2008

Duas Vezes

Olá!!!
Essa poesia da Christina Rossetti tem em um livro que eu gosto muito. Espero que gostem também da poesia.
Bjos

Duas Vezes
Levei meu coração na mão
(oh! meu amor, oh! meu amor)
Eu disse: caía ou fique em pé
Viva eu ou morra eu,
Mais uma vez, esta vez só, ouve o que digo-
(oh! meu amor, oh! meu amor)
Contudo as palavras de uma mulher são frágeis
Tu é que devias falar, não eu.
Tomaste meu coração em tua mão.
Com um sorriso de amigo,
Com olho crítico o sondaste
E depossitaste no lugar.
Disses: ainda não amadureceu
Melhor aguardar algum tempo
Espera, enquanto os pássaros cantam,
Até o milho virar semente.
Ao deixá-la, o coração partiu-
Partiu mas não gemi;
Sorri com tuas palavras,
Com o juizo que de ti ouvi;
Mas não tenho sorrido muito desde então,
Nem visto as flores do campo,
Nem com as aves tenho eu cantando.
Toma o coração na minha mão.
Oh! meu Deus, oh! meu Deus
Meu coração partido na minha mão;
Tudo vês, tudo tens julgado.
Minha esperança fora escrita na areia,
Oh! meu Deus, oh! meu Deus
Agora, que teu juizo permaneça-
Sim, julga-me agora.
Este coração condenado por um homem,
Maculado um dia por desatenção,
Toma tu este coração a sondar,
Tanto dentro como fora;
Apura com o fogo o seu ouro,
Purifica o seu refugo-
Contudo segura-o em tua mão,
De onde ninguém poderá arrebata-lo
Tomo meu coração em minha mão-
Não morrerei, mas hei de viver-
Perante a tua face estou
Pois chamaste os tais.
Tudo que tenho eu trago,
Tudo que sou te entrego
Sorri e eu cantarei,
Sim muito de nada indagar.
Christina Rossetti

1 de mar de 2008

A Outra Noite

Nem todos vão gostar do texto, mas é tudo uma questão de interpretação, se vc conseguir interpreta-lo direitinho, intender a mensagem acredito q irá gostar tbém.
Até mais!!!
Bjos Thata


A outra noite

Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de Lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal.
Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou um sinal fechado para voltar-se para mim:
- O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima?
Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra - pura, perfeita e linda.
- Mas, que coisa...
Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa.
- Ora, sim senhor...
E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um "boa noite" e um "muito obrigado ao senhor" tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei.

Rubem Braga